:::: MENU ::::
  • As respostas para perguntas que poucos fazem.

  • Conteúdo de qualidade, gratuito e legal.

  • Discussões saudáveis. Um espaço para sua opinião.

8/17/2014





Após os acontecimentos relativos a copa do mundo no Brasil e as polêmicas que envolveram o nome da Anonymous resolvi entrar em contato e realizar uma entrevista para que fosse possível esclarecer todos os pontos.

Vale lembrar que as respostas gerais são aplicáveis pois o site é verdadeiramente guiado pelo Anonymous, mas é de minha responsabilidade repetir que a ideia Anonymous não possui um líder.


1. Já que o grupo não possui líderes ou representantes adequados, como diferenciar vídeos e artigos “fakes” dos representantes do já abstrato “ideal anonymous”?

R. O nome "Anonymous" já tem sido utilizado há algum tempo na defesa de interesses particulares, que nada compartilham com a ideologia a qual ela é baseada. O que as pessoas devem fazer, como em qualquer outro assunto, é estudar sobre nossa ideologia, o que defendemos e contra quem lutamos, para que forme uma base teórica que lhe dará condição de discernir entre um discurso coerente e um aproveitador.

2. O Anonymous se diz sem nenhum tipo de ideologia em boa parte de suas auto referências, mas garantir a liberdade de informações em si, não é uma forma de defender uma ideologia por si só?

R. Nós temos sim uma ideologia muito forte e bem fundamentada. O que nós não temos é posição política.

3. O Anonymous não mantém um sistema de governo interior, ou relações comerciais diretas, uma representação perfeita da anarquia que (aparentemente) pela confusão, conseguiu driblar tudo o que se opôs, qual a relação entre os Anonymous e a anarquia

R. Anarquia é um substantivo que abrange uma série de conceitos, e as ideias defendidas pela Anonymous se encaixam em alguns deles. No entanto, a Anonymous não defende nenhum tipo de regime político e nem menos a ausência de um, e por isso já não podem nos chamar de anarquistas.


4. Quais os principais focos? Vocês possuem alguma ligação com casos além da corrupção governamental?

R. Anonymous é uma ideia que defende a liberdade, no sentido mais amplo que você possa imaginar. Utilizamos nossos meios para combater e divulgar escândalos que prejudiquem a população de uma maneira em geral, para que elas se conscientizem e exijam mudanças, e isso vai além de corrupção governamental.


5. Como o Anonymous entende casos como os escândalos do BNDES, e das hidrelétricas no norte do país? E quanto aos outros bancos?

R. Anonymous não entende, pois Anonymous é uma ideia. Se você repetir essa pergunta para 100 pessoas que seguem o ideal Anonymous, receberá de volta 100 respostas diferentes. No entanto, em linhas gerais, a ideologia objetiva o combate e a denúncia de qualquer tipo de corrupção ou escândalo que prejudique a população, principalmente a parcela mais prejudicada e que não há com quem contar com sua defesa. 


Antes de continuar lendo, se não leu, leia o nosso artigo sobre o Anonymous:


http://descoise.blogspot.com.br/2014/08/anonymous-a-historia-do-grupo-de-hackers.html


Sobre a copa

1. Já que segundo Joana Havelange “O que tinha que ser roubado já foi”. Qual o principal motivo para tentar se manter protestando mesmo durante a copa do mundo?

R. Nós não protestamos contra a Copa do Mundo, nós protestamos pelo que está por trás dessa organização. Independente se ela ocorre ou não, nós não somos contra o evento em si. O que nós combatemos já existia antes do mundial, está existindo agora e irá continuar existindo depois. É claro que a repercussão das ações que são realizadas durante o evento tomam uma proporção maior, e isso é de nosso interesse, para difundir nossas ideias para a população, mas é importante salientarmos que nossa luta é muito mais abrangente.

2. Houve alguma queda no número de pessoas nos protestos depois do início da copa, ou ainda existem planos maiores? E dentro do “grupo” Anonymous alguém se manifestou a favor da Copa do Mundo?

R. Nós não organizamos manifestações, nós simplesmente ajudamos na divulgação. A grandeza das manifestações depende de fatores que não estão sob nosso controle. Nosso trabalho é levar a verdade para a população, para que ela se organize e se mobilize na exigência das mudanças. Se for uma manifestação de rua, ajudamos a divulgar e levar ao conhecimento do público em geral pelos nossos meios - foi assim em junho de 2013. É claro que apoiamos aquilo que está de encontro com a nossa ideologia. Não apoiamos, por exemplo, eventos que pedem a volta do regime militar, ou atos religiosos e reacionários. Somos uma ideia revolucionária fundamentada pela liberdade. Se alguém realmente segue o ideal Anonymous e concorda com a realização da Copa do Mundo FIFA, na maneira a qual está sendo feita, essa pessoa está sendo totalmente contraditória.

3. Qual o papel do Anonymous no combate a corrupção no Brasil? Oque vocês já fizeram?

R. Nós "caçamos", por vias digitais e tradicionais, indícios ou provas de esquemas de corrupção, e então divulgamos pelos nossos meios. Você pode conferir em nosso site na seção Dossiês (http://www.anonymousbrasil.com/dossies/). Vale lembrar que este é apenas o trabalho de uma única célula de um único país.


4. Se você (ou os anonymous mais próximos) pudessem enviar uma mensagem, ou imagem para as gerações futuras, o que gostariam de mostrar?

R. Pesquise, estude, questione, veja, re-veja, leia, aprenda.

0 comentários:

Postar um comentário

Este é um ambiente que busca a discussão saudável e proveitosa. Independentemente de suas convicções, mantenha a educação.

Algo a dizer? Contate-nos